:: Alunos vão vivenciar o mercado na prática com Empresas Juniores ::
Data de Publicação: 04/10/2016
Diminuir tamanho da fonte Aumentar tamanho da fonte Impressão do conteúdo somente com fundo branco Enviar esta página por email Cor da fonte branca com fundo preto Cor da fonte preta com fundo branco

O diretor-geral do CEFET-MG, professor Flávio Santos, assinou, no dia 22 de setembro, a Portaria DIR-1.020/2016, estabelecendo as regras para a implantação e funcionamento de Empresas Juniores (EJr.), associações civis sem fins lucrativos e de caráter acadêmico criadas e geridas por estudantes dos cursos de graduação para prestar serviços à sociedade com o apoio técnico, gerencial e administrativo da Instituição.

As EJr. têm por objetivo estimular a capacidade empreendedora e complementar a formação acadêmica dos alunos a partir de demandas do mercado de trabalho. Para criar uma Empresa Junior, os discentes da Graduação têm de solicitar a aprovação de suas propostas nos Departamentos acadêmicos dos seus respectivos cursos e pleitear sua qualificação na Diretoria de Extensão e Desenvolvimento Comunitário como Empresa Junior, credenciada pelo Programa Institucional de Empresas Juniores.

De acordo com o regulamento aprovado pelo Conselho de Extensão, são objetivos, entre outros, de uma EJr. incentivar e estimular a capacidade empreendedora dos alunos, contribuir para a formação de profissionais mais qualificados para o mercado de trabalho, contribuir com a sociedade por meio da prestação de serviços de qualidade e intensificar o relacionamento entre o CEFET-MG e a sociedade.

“Esta relação de mão dupla entre empresa e sociedade vai permitir trocas de experiências para beneficiar todas as partes envolvidas, a saber, o CEFET-MG como instituição de ensino, os seus alunos participantes das EJr. e a sociedade em geral, reafirmando a extensão como um processo transformador, indissociável do ensino e da pesquisa”, explica o diretor adjunto de Extensão e Desenvolvimento Comunitário, professor Paulo Almeida.

História e cenário da EJr. no Brasil

No ano de 1967, surgiu em Paris o Movimento Empresa Júnior, quando um grupo de estudantes da ESSEC Business School, movido pelo interesse em desenvolver atividades práticas relacionadas à formação acadêmica, criou a Junior Enterprise, associação sem fins lucrativos. No Brasil, o formato chegou no ano de 1987.

Segundo o Censo e Identidade da Confederação Brasileira de Empresas Juniores, a Brasil Júnior, o país já conta com 311 empresas distribuídas por universidades brasileiras e é líder mundial no segmento, ultrapassando em número toda a Europa, onde o movimento surgiu. Atualmente, 93% das EJr. estão em instituições de ensino público federais ou estaduais.

Saiba mais

Confira o passo a passo para a criação de Empresa Júnior

Acesse a Portaria DIR- 1020/2016, com as regras para a implantação e funcionamento das Empresas Juniores no CEFET-MG.

Conheça a Lei 13.267, de 6 de abril de 2016, sobre a criação e a organização das associações denominadas empresas juniores.

Secretaria de Comunicação Social/CEFET-MG

Diretoria de Extensão e Desenvolvimento Comunitário / CEFET-MG



Diretoria de Extensão e Desenvolvimento Comunitário
Av. Amazonas 5253 - Nova Suiça - Belo Horizonte - MG - Brasil
Telefone: +55 (31) 3319-7026 - Fax: +55 (31) 3319-7025

Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2017
Desenvolvimento: SGI/CEFET-MG